Gestão Empresarial

Você sabe o que é gestão empresarial?
Pesquisamos bastante sobre o assunto e o melhor conceito que encontramos partiu de um artigo publicado na plataforma meusucesso.com em 23/04/2014.

“A gestão empresarial é um conceito que compreende planejamento, organização, recursos humanos, liderança, direção e controle estratégico de um negócio em geral. A construção de um modelo de gestão deve ser constituída a partir dos princípios e das atividades de cada organização e deve conter: formas de planejamento e organização, gestão de pessoas, gestão de processos, tecnologia e insumos; e formas de acompanhamento e controle de resultados.”

No atual contexto de crise econômica o cuidado com a gestão empresarial de uma organização torna-se um fator extremamente relevante para o sucesso de qualquer negócio. Ela busca por meio dos recursos disponíveis, definir e realizar objetivos e metas.

Neste blog iremos dividir com vocês a importância de quatro áreas: finanças, operações, RH e marketing para a construção de uma gestão empresarial bem sólida que seja capaz de superar até os momentos de crise. Além disso, também iremos dividir com vocês alguns estudos de casos e vídeos que mostram como grandes empresas usaram estes conceitos. Espero que vocês gostem!

Autores:
Carla Marguerito Corazza
Diogo Perpetuo Mozer
José Carlos Coquetto
Marina Graci
Renata Portugal Ferreira
Verônica Luiza Ladeira de Souza

Finanças e Operações

mensagens-sobre-financas-20

Gestão Financeira

Gestão financeira é um conjunto de ações e procedimentos administrativos que envolvem o planejamento, a análise e o controle das atividades financeiras da empresa. O objetivo da gestão financeira é melhorar os resultados apresentados pela empresa e aumentar o valor do patrimônio por meio da geração de lucro líquido proveniente das atividades operacionais.

Uma correta administração financeira permite que se visualize a atual situação da empresa. Registros adequados permitem análises e colaboram com o planejamento para otimizar resultados.

http://www.ecrconsultoria.com.br/biblioteca/artigos/gestao-financeira/a-importancia-da-gestao-financeira

Gestão Operacional

A Gestão Operacional deve ser usada como recurso na conquista da vantagem competitiva em momentos de crise.

O estudo sobre a relação entre a utilização de práticas de gestão e o desempenho das empresas tem espaço garantido nas organizações por seu impacto nos resultados das empresas. As práticas operacionais são fatores estratégicos internos que contribuem para o desenvolvimento de competências, que caso sejam de difícil cópia, podem gerar vantagem competitiva para as empresas.

http://bibliotecadigital.fgv.br/dspace/bitstream/handle/10438/8299/68080200026.pdf

Redução de Custos

091115
Fonte: http://www.hmdoctors.com

Como pequenas atitudes podem ter grandes impactos no resultado de pequenos negócios?

O vídeo abaixo apresenta alternativas simples utilizadas por empreendedores para reduzir custos que resultaram em ganhos muito além do financeiro propriamente dito. Os ganhos foram sentidos também na imagem/marca do negócio, que passou a ser visto como mais sustentável.

Estudo de Caso – Pão de Açúcar

screenhunter_156-13-30

O que podemos aprender com a história de recuperação do Grupo Pão de Açúcar?

A história da crise enfrentada pelo Grupo Pão de Açúcar nos anos 1990 vai nos ajudar a entender a importância das áreas de Finanças e Operações para a recuperação ou fortalecimento do negócio.

Pão de Açúcar que foi o primeiro Hipermercado do Brasil, esqueceu de continuar trabalhando para crescer sustentavelmente. A empresa se transformou em uma gigante que atuava em diversas áreas de negócios diferentes da inicial. Esta diversificação sem controle acabou resultando em uma empresa com estrutura inchada e com processos muito ineficientes.

Com as dificuldades internas, colaboradores desmotivados, instalações descuidadas e distanciamento dos clientes, o Grupo acabou passando uma imagem de supermercado desorganizado, preços altos e mau atendimento.

Para dar início a reestruturação o grupo buscou focar em sua atividade principal, o Varejo de alimentos:

  1. FINANÇAS: Vendeu negócios que não se encaixavam nesta nova diretriz e para captar mais recursos fez a abertura de capital na bolsa de valores, arrecadando recursos suficientes para custear o novo planejamento estratégico do Grupo;
  2. OPERAÇÕES: O enxugamento da estrutura deu liberdade para ampliar o número de itens oferecidos, inovar nos itens e oferecer um ambiente agradável que juntamente com foco na qualidade e rapidez no atendimento foram responsáveis pela fidelização do cliente e ganhos de produtividade. Neste aspecto, ações como fornecimento de mais produtos, criação de marcas próprias, limpeza e reforma das lojas, assim como informatização e modernização foram fundamentais para o alcance dos objetivos.
  3. RH: Mudanças nas lideranças foram necessárias para oxigenar e dar um novo direcionamento estratégico à companhia. E como citado no item anterior, o foco na qualidade e rapidez no atendimento foram responsáveis pela fidelização do cliente e ganhos de produtividade.
  4. MARKETING: Buscou-se dar maior visibilidade às mudanças que estavam ocorrendo na empresa, veiculando campanhas através dos meios de comunicação de massa, ampliando as opções de compra ao cliente e estabelecendo uma imagem de qualidade.

Com as mudanças citadas nos tópicos acima. O Pão de Açúcar melhorou sua imagem perante o mercado, restabeleceu seu foco de negócio, reduziu custos operacionais, incentivou a fidelização do cliente, enfim ressurgiu como uma empresa melhor, mais organizada e competitiva.

https://www.linkedin.com/slink?code=dZm85kh